Explicação sobre Indexação do seu Blog no Google


Quando você cria um blog, é claro que o objetivo é divulga-lo para que outras possam interagir com você, e compartilhar suas idéias. E o blog é uma ferramente simples que pessoas que não tem conhecimento em programação, podem usar. Com isso, todos os dias é criados vários blog de diversos temas, e conseguir se destacar entre milhares não é uma tarefa fácil, pois, isto requer um trabalho duro e árduo.


Então, como fazer para que meu blog se visto e alcance o meu publico alvo? Como faço para indexa-lo no Google.

Quero deixar claro que: Não existe formas milagrosas, ou tão fáceis de indexar, ou seja, mostrar seu blog nos resultados de pesquisa.


Não pense que as formas que serão apresentados aqui, farão com que isso aconteça da forma que você possa está pensando, na primeira página do google. Ao menos não de forma instantânea, e com certeza uma ação isolada terá menos efeito que ações conjuntas.

Se você fizer o básico, aplicando ações simples sistematicamente e com perseverança em seu blog, haverá um grande diferença em suas postagens mais a longo prazo.

Toda via, se não for feito nem o básico, ficará complicado deixar seu blog bem posicionado em resultados de buscas.

Sendo assim ainda não seja fácil e nem milagroso, vale a pena o esforço.
Entre vários fatores que determinam como um blog será posicionado nos resultados de pesquisas, veja:
  1. Links externos e Interatividade: Com certeza é muito importante essa interação, principalmente pelas redes sociais. Quanto mais pessoas acessarem seu blog, quanto mais marcações no G +1, Curtidas, Twittes, e quanto mais links estiver apontando para seu blog, mais os  robots do Google entenderão que seu blog é relevante. Agora você percebe o quanto é importante uma marcação no G +1, curtidas e etc? 
  2. Otimização Básica para Mecanismos de Busca: A Otimização para Mecanismos de Busca pode muitas vezes se resumir a pequenas modificações em partes do seu site. Quando vistas isoladamente, essas mudanças podem parecer como uma pequena melhoria, mas quando combinadas com outras otimizações, podem representar um impacto significativo na experiência do usuário e no desempenho nos resultados de pesquisa orgânica
  3. Conteúdo Original e Template Amigável: Seu precisa ser leve, carregar rapidamente, e não pode ter objetos e elementos de página que contenham códigos maliciosos. Seu conteúdo precisa ser bem redigido, e original. Muitos blogs estão sendo acusados e banidos de resultados de pesquisas por plágio.
  4. Criação e envio de Site Maps: Sitemap ou mapa do site, como é mais conhecido no Brasil, é, basicamente, uma lista com todas as páginas (URLs) do site. Ele funciona como uma espécie de mapa que irá ajudar e guiar o robô de busca, ou o usuário, a navegar e encontrar páginas do site. Para entender melhor o que é o sitemap e para que serve, vamos supor que a home do seu site é a entrada principal de um supermercado e as categorias do site são as principais vias de acesso. Ao entrar no estabelecimento, o consumidor recebe em suas mãos um mapa com todas as seções existentes e produtos disponíveis. Quanto mais profunda é a seção, mais organizado precisa ser o mapa para você chegar lá, certo? Afinal, ninguém, em sã consciência, gosta de ficar perdido ou ficar preso a tentativa e erro. E é exatamente para isso que o existe o sitemap. Guiar o usuário ou o robô de busca para uma melhor navegação pelo site, sem, teoricamente, acessar páginas com conteúdos irrelevantes ou páginas duplicadas, fazendo com que a navegação flua com melhor qualidade.


14:53
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook][disqus][blogger]

Alberto Monteiro

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget